Amytril Bula – Para Que Serve? Da Sono? Engorda? Posologia!


Apresentação

Amytril é um antidepressivo de uso oral.

Produzido pelo laboratório Cristália, o medicamento é comercializado em comprimidos de 25 e 75 mg (embalagens contendo 20 ou 200 comprimidos).

Cada comprimido de 25 mg possui 25 mg de cloridrato de amitriptilina e em seus excipientes: celulose microcristalina, dióxido de silício, corante amarelo crepúsculo laca de alumínio, água para injetáveis, croscarmelose sódica, corante alumínio laka amarelo N. 10, macrogol 3350, macrogol 6000, estearato de magnésio, dióxido de titânio, álcool etílico, corante alumínio laka azul N.2, álcool polivinílico, talco e lactose.

Cada comprimido de 75 mg possui 75 mg de cloridrato de amitriptilina e em seus excipientes: celulose microcristalina, dióxido de titânio, macrogol 6000, macrogol 3350, croscarmelose sódica, corante amarelo crepúsculo laca de alumínio, dióxido de silício, álcool etílico,  estearato de magnésio, água para injetáveis, lactose, álcool polivinílico e talco.


Aparência do Amytril

A aparência de 25 mg é de comprimido revestido, sulcado, de cor amarela.

A aparência de 75 mg também é de comprimido revestido e sulcado, porém de cor laranja.

pessoa chorando

Amytril – Para que serve?

Esse medicamento serve para o tratamento da depressão e da enurese noturna (condição que leva o indivíduo a urinar na cama durante a noite).

Amytril possui efeito sedativo, onde o seu principio ativo (cloridrato de amitriptilina) é um calmante, onde começa a fazer efeito em 4 dias após a primeira ingestão, podendo em alguns casos levar até 30 dias para alcançar resultados satisfatórios.

Contraindicações

Amytril é contraindicado em pacientes alérgicos ao cloridrato de amitriptilina e a qualquer um dos componentes da fórmula.
Caso você já esteja tomando algum medicamento para o tratamento da depressão, assim como medicamentos inibidores da monoaminooxidase (IMAO), o uso não é indicado.

Se você estiver em tratamento com cisaprida (estimulante para o funcionamento do sistema digestivo) ou tenha sofrido infarto do coração recentemente, o uso não é recomendado.

Interações do Amytril com outros medicamentos

É permitido o uso com outros medicamentos, porém em alguns casos podem ser que seja necessário ajustar a dose de certos medicamentos, como os remédios indicados para o tratamento da depressão mental, pressão arterial alta e aceleração em excesso de batimentos cardíacos.

Também é necessário cautela ao usar concomitante com medicamentos para tratar condições psiquiátricas e úlceras. Não é indicado durante o tratamento a ingestão de bebidas alcoólicas.

Informe o seu médico, caso você esteja em tratamento ou tomando qualquer tipo de medicamento, inclusive remédios onde não há necessidade de receita médica.

Como usar Amytril?

Dosagem para depressão

É indicado inicialmente 75 mg que em doses fracionadas podem ser aumentadas até 150 mg ao dia.

A dosagem de manutenção deve ser entre 50 a 100 mg ao dia, de preferência antes de dormir. Não é indicado para o tratamento de depressão em crianças abaixo de 12 anos de idade.

Dosagem para enurese noturna

criança com enurese noturna dormindo

É recomendado doses de 10 mg a 20 mg ao deitar, para crianças de 6 a 10 anos e de 25 a 50 mg ao dia para pacientes acima de 11 anos de idade.

Os ajustes posológicos devem ser realizados pelo médico, de acordo com a resposta clínica do paciente.

O medicamento deve ser tomado diariamente. Caso você esqueça de tomar o remédio, tome a dose no dia seguinte, porém não tome dose extra para repor a esquecida, pois pode ser prejudicial a sua saúde.

Reações adversas

Amytril pode causar efeitos colaterais em alguns pacientes, confira a seguir as reações adversas mais comuns:

Reações comuns, que ocorrem em até 10% dos pacientes que utilizam o medicamento: Boca seca, sonolência, tontura, alterações no paladar, aumento de apetite e consequentemente ganho de peso e dores de cabeça.

Reações incomuns, que ocorrem em até 1% dos pacientes que utilizam o medicamento: Visão embaçada, dificuldade de concentração, prisão de ventre e cansaço excessivo.

Reações raras, que ocorrem em até 0,1% dos pacientes que utilizam o medicamento: Coceira, erupções cutâneas, inchaço na face ou na língua, fadiga e náuseas.

A redução gradual de Amytril, pode causar sintomas transitórios que causem irritabilidade, distúrbios de sono e sonhos e inquietação.

No surgimento desses e de outros sintomas, após iniciar o tratamento com Amytril. Você deve interromper o uso do medicamento e consultar o seu médico.

Algumas reações podem ser de natureza grave, onde você deverá procurar uma emergência médica com urgência contendo a bula do medicamento.

Superdosagem

caixa do Amytril

Caso ocorra a ingestão em excesso de forma acidental. Você deve procurar uma emergência médica para que sejam realizados procedimentos de desintoxicação. Isso para que possa ser evitado algo mais grave.

A superdosagem é prejudicial a sua saúde, siga corretamente a orientação do seu médico, respeitando o limite máximo diário permitido.

Armazenamento

Amytril deve ser armazenado em sua embalagem original. Sendo conservado em temperatura agradável (entre 15 e 30ºC), estando protegido da umidade e da luminosidade.

O prazo de validade do medicamento é de 24 meses, após a data de fabricação. Essas informações, assim como o número de lote constam impressas na embalagem externa do produto.

Atente-se ao prazo de validade e não utilize o medicamento se o mesmo estiver vencido.

Observe a aparência do remédio antes de usá-lo. Caso o seu aspecto esteja diferente do indicado e o medicamento esteja dentro do prazo de validade. Então consulte o seu farmacêutico para saber se o comprimido poderá ser utilizado.

Assim como qualquer medicamento, o Amytril também deve ser mantido fora do alcance de crianças.

Gostou do Artigo? Compartilhe:

Este artigo foi útil? Compartilhe nas redes sociais e comente abaixo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *