Cystex Bula – Para Que Serve? Como Funciona? Posologia!


Apresentação

Cystex é um medicamento de uso oral, indicado para adultos nos casos de disúria (quando o indivíduo possui dificuldades para urinar).

Produzido pelo laboratório EMS, o medicamento é comercializado na versão em comprimidos (embalagem com 24 drágeas).

Cada comprimido de Cystex possui 15 mg de cloridrato de acriflavina, 250 mg de metenamina, 20 mg de cloreto de metiltionínio (azul de metileno) e 15 mg de Atropa belladonna L.

Cystex contém em seus excipientes: cera branca de abelha, corante vermelho ponceaux, óleo de rícino, carbonato de cálcio, ftalato de dibutila, sacarose, álcool isopropílico, goma arábica, cera de carnaúba, acetona, clorofórmio, talco, estearato de magnésio, gelatina, corante vermelho bordeaux, amido e polímero aniônico ácido metacrílico.

Aparência do Cystex

Cystex é uma drágea (comprimido com revestimento açucarado), na cor bordô, circular e biconvexa (que tem duas faces convexas opostas).

Cystex – Para que serve?

Esse medicamento inibe a infecção das vias urinárias, onde o paciente sente dificuldades de urinar, sentindo dor ou desconforto para urinar.


O cloridrato de acriflavina (um dos principais principio ativo do medicamento) é proveniente de acridina, o que lhe garante propriedades antissépticas (produto cujas propriedades permitem erradicar os micróbios e os agentes nocivos que podem infeccionar ou inflamar).

O cloridrato de acriflavina também possui efeito bacteriostáticas. Cystex auxilia no tratamento de infecções simples do trato urinário inferior, crônicas e recorrentes. O medicamento previne a formação de pedras nas vias urinárias e também ajuda no tratamento de infecções da uretra, rins e bexiga.

mulher com infecção urinaria

Contraindicações

Cystex é contraindicado em pacientes com alergia ao cloridrato de acriflavina, metenamina, cloreto de metiltionínio, Atropa belladonna L e aos demais componentes da fórmula.

No caso de glaucoma de ângulo aberto, o uso de Cystex é contraindicado.

Não é recomendado o uso de Cystex em pacientes com insuficiência hepática, pois ocorre liberação de amônia no trato gastrintestinal.

Cystex não é indicado para gestantes sem orientação médica.

Não é recomendado aumentar a dose do medicamento, pois pacientes sensíveis poderá causar bradicardia seguida de taquicardia, dor de cabeça, disúria e nefrite tóxica.

Ao usar o medicamento, a urina poderá desenvolver coloração azul, provocada pelo principio ativo de Cystex, o cloreto de metiltionínio.

Pacientes que apresentem hipersensibilidade aos compostos de qualquer outro antibiótico betalactâmico podem desenvolver sensibilidade cruzada ao usar Cystex, portanto nesses casos o uso do medicamento é contraindicado.

Interações do Cystex com outros medicamentos

Quando é administrado concomitante com anticolinérgicos como, atropina e escopolamina pode causar ressecamento da boca.

O uso em conjunto com medicamentos para alergias como anti-histamínicos e para o tratamento da depressão como antidepressivos podem provocar piora nos sintomas, onde o paciente sentirá sede em excesso, dificuldade para deglutir e falar.

Esses medicamentos concomitante também podem provocar diminuição da secreção brônquica, dilatação da pupila, ressecamento da pele e manchas vermelhas.

Cystex possui açúcar, sendo assim deve ser administrado com cautela em pacientes diabéticos.

Como usar Cystex?

O uso de Cystex deverá ocorrer por prescrição médica, o que poderá variar de acordo com o paciente.

O recomendado em adultos é a ingestão de 2 drágeas, 3 vezes ao dia. Os horários das doses não podem ocorrer com as refeições.

Caso você esqueça de tomar o medicamento no horário indicado, você pode tomar a dose assim que se lembrar. Caso esteja próximo ao horário da dose seguinte, você deve pular a dose esquecida e continuar o tratamento normalmente.

Não faça ingestão em dobro para compensar a dose esquecida, pois a superdosagem de qualquer medicamento é prejudicial á sua saúde.

Reações adversas

cystex em caixa

Cystex pode provocar a diminuição da micção e distúrbios gastrintestinais em alguns pacientes, de acordo com o organismo do individuo. As principais reações adversas causadas pelo Cystex são:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça;
  • Dificuldade para engolir e falar;
  • Ressecamento da boca;
  • Sede em excesso;
  • Manchas vermelhas no corpo;
  • Diminuição da secreção brônquica;
  • Dilatação da pupila;
  • Febre;

Nenhum desses sintomas é prejudicial, porém se os mesmos se intensificarem ou caso surjam novos sintomas, o paciente deverá procurar o seu médico.

Superdosagem

Em casos de superdosagem é recomendado que o paciente interrompa o uso do medicamento imediatamente.

A ingestão acidental em excesso pode causar efeitos colaterais, além de comprometer a eficácia do medicamento no tratamento da disúria.

O paciente deverá procurar uma emergência médica com urgência para que possa ser feito á lavagem gástrica e a aspiração estomacal, impedindo a absorção em grande quantidade ainda presente no trato gastrintestinal do paciente.

Atente-se ao horário de cada dosagem, pois as principais causas de superdosagem é a falta de atenção, onde o paciente acaba esquecendo de tomar o remédio na hora recomendada e acaba tomando dose extra para repor a dose esquecida e isso não deve acontecer.

Armazenamento

Cystex deve ser mantido em temperatura agradável, entre 15ºC a 30ºC. O medicamento deve ser armazenado em sua embalagem original, estando em um local seco e protegido da luz.

O paciente pode consultar informações como o número de lote, data de fabricação e prazo de validade na embalagem externa do produto.

Não use medicamento fora do prazo de validade, pois pode ser prejudicial á sua saúde. Também é importante se atentar ao aspecto físico do medicamento antes de realizar a ingestão do mesmo.

Caso você observe alguma mudança significativa na aparência do medicamento e o mesmo esteja dentro do prazo de validade, consulte o seu farmacêutico para confirmar se o medicamento poderá ser utilizado.

Cystex deve ser mantido fora do alcance de crianças.

Gostou do Artigo? Compartilhe:

Este artigo foi útil? Compartilhe nas redes sociais e comente abaixo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *