Leite de Magnésia – Azia, má digestão e intestino preso? Veja como tratar isso


O leite de magnésia normalmente é encontrado em duas apresentações, trataremos de ambas abaixo.

Aparência do Leite de magnésia – Original

Líquido com aspecto e característica leitosa na cor branca com odor característico da substância.

ApresentaçãoLeite Magnésia

Apresentação líquida em forma de suspensão em frascos com 120 ml e 350 ml.

Uso oral
Uso adulto e pediátrico com idade maior que 2 anos

Laboratório Gsk GlaxoSmithKline

Composição do Leite de magnésia para cada 15 ml

Hipoclorito de sódio, Hidróxido de magnésio 1282,50mg e Água purificada


Aparência do Leite de magnésia – Sabor hortelã

Líquido com aspecto e característica leitosa na cor branca com odor que semelhante ao de hortelã.

ApresentaçãoHidróxido de Magnésio

Apresentação líquida em forma de suspensão em frascos com 120 ml e 350 ml

Uso oral
Uso adulto e pediátrico com idade maior que 2 anos

Laboratório Gsk GlaxoSmithKline

Composição do leite de magnésia para cada 15 ml

Sacarina sódica, Óleo mineral, Hipoclorito de sódio, Hidróxido de magnésio 1214,25 mg, Aroma natural de menta e Água purificada.

Informações adicionais de Hidróxido de Magnésio

O Hidróxido de magnésio é uma substância branca, usada normalmente para o processo de refinamento do açúcar e processamento de celulose e papel. Essa substância com a ajuda da mistura com a água da origem ao que conhecemos como Leite de magnésia usado como antiácido e laxante.

Leite de magnésia – Para que serve?

Esse medicamento é usado para auxiliar no tratamento em casos de intestino preso (constipação) e também ajuda a aliviar mal estar estomacal como em casos de queimação no estomago (azia) e digestão ruim.

Leite de Magnésia age ajudando a diminuir a substância ácida do estomago e nos casos de prisão de ventre ajuda a reter água na parte específica do intestino que ajuda as fezes a ficarem moles facilitando assim o processo intestinal.

Contraindicações

Pacientes com sensibilidade há algum dos componentes da fórmula, não devem fazer uso desse medicamento.
Pacientes em período de gravidez, precisam de orientação médica para fazer o uso de Leite de magnésia
Pacientes em período de amamentação, precisam de orientação médica para fazer o uso desse medicamento.
Pacientes com histórico de problemas nos rins, precisam de orientação médica para usar esse medicamento.
Pacientes que fizerem uso de medicamentos como:

  • Tetraciclina
  • Ibuprofeno
  • Poliestireno sulfonato de sódio
  • Penicilamina
  • Cetoconazol
  • Bifosfonatos

Devem consultar o médico para fazer uso de Leite de magnésia.

Para usar esse medicamento em crianças com idade maior que 2 anos é necessário consultar o médico.

Leite de magnésia – Como usar?

Agite bem antes de fazer uso desse medicamento
O leite de magnésia pode ser diluído em água para ser ingerido ou não, como preferir o paciente.

Para melhorar o pH gástrico, agindo assim como antiácido, é recomendado tomar 1 colher 5ml (colher de chá) ou 1 colher 15 ml (colher de sopa) conforme sentir o desconforto. Essa dose é recomendada para adultos e crianças com idade maior que 12 anos.
Não ultrapasse a dose de 45 ml ao dia ou a cada 24 horas.

Para crianças de 2 a 11 anos é recomendado 1 colher 5 ml (colher de chá) de acordo com a necessidade.
Não ultrapasse a dose de 30 ml ao dia ou a cada 24 horas. ( 2 colheres de sopa ou 6 colheres de chá)

Pode-se fazer uso desse medicamento como antiácido por um período de 14 dias seguidos no máximo, não melhorando os sintomas procure ajuda médica.

Fazer o uso de Leite de magnésia para prisão de ventre (laxante) é recomendado 30 ou 60 ml (2 ou 4 colheres de sopa) 1 vez por dia. Uso destinado a adultos e crianças com idade maior que 12 anos.

Para crianças com idade de 2 a 5 anos é recomendado 5 ou 15 ml (1 colher de chá ou 1 colher de sopa) 1 vez por dia.

Para crianças com idade de 6 a 11 anos é recomendado 15 ou 30 ml (1 ou 2 colheres de sopa) 1 vez por dia.

Pode-se fazer uso desse medicamento para prisão de ventre, por um período de 3 dias seguidos no máximo, não melhorando os sintomas procure ajuda médica.

Atenção: Para utilizar Leite de magnésia em crianças com idade menor que 2 anos, a orientação médica é necessária e deve ser acompanhada pelo médico durante o tratamento.

Se houver esquecimento de alguma das doses do medicamento, ele pode ser administrado assim que for lembrado, desde que não seja ultrapassada a quantidade máxima a casa 24 horas como citado acima.

Reações adversas

Foi observado coam o uso desse medicamento que ele pode ter reações como:

  • Intestino desregulado (diarreia)
  • Dor na região abdominal

Se ocorrer tais reações ou sintomas diferentes, procure a orientação de um farmacêutico ou de um médico.

Superdosagem

Em casos de serem ingeridas doses maiores que as recomendadas, alguns sintomas podem aparecer como:

  • Estomago irritado
  • Intestino irritado causando diarreia

Em casos de doses muito maiores resultando em uma intoxicação ainda outros sintomas devem aparecer como:

  • Moleza
  • Hipertensão (pressão baixa)
  • Náusea
  • Vômito
  • Mente confusa
  • Reflexos alterados
  • Respiração dificultosa
  • Aumento dos batimentos do coração
  • Parada cardíaca

Procure imediatamente ajuda médica e leve a medicação ou bula do medicamento para maiores informações. Para mais informações poderá ligar para 0800 722 6001

Armazenamento

O medicamento leite de magnésia deve ser mantido em temperatura ambiente e longe da luz e umidade.
Datas de fabricação e validade poderá ser consultada na própria embalagem do produto.
Não use esse medicamento se estiver com data de validade vencida.
Antes de fazer uso desse medicamento observe suas características como consistência e cor, se esses aspectos estiverem estranhos, não faça uso do Leite de magnésia, fale com um farmacêutico.
Como todo medicamento Leite de magnésia deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Leite de magnésia é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o Farmacêutico

Gostou do Artigo? Compartilhe:

Este artigo foi útil? Compartilhe nas redes sociais e comente abaixo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *