Maracugina – Contra estresse, ansiedade e muito mais! Veja a bula deste medicamento.


Apresentação

Maracugina – Caixa com 45 comprimidos revestidos

Medicamento fitoterápico

Uso oral
Uso adulto
Uso pediátrico com idade acima de 12 anos

Maracugina é composto por: Ext. seco de Crataegus oxyacantha, Linné 12,5 mg, Ext. seco Passiflora alata, Ailton Maracujá 25,0 mg, Ext. seco de Erythrina mulungu, Martius 12,5 mg.
Excipientes: Estearato de magnésio, Fosfato de cálcio dibásico diidratado, Álcool etílico, Álcool isopropílico, Amido, Macrogol, Povidona, Talco, Copolímero metacrilato, Dióxido de titânio q.s.p 1 comprimido.

Laboratório Cosmed

Aparência

Comprimido redondo biconvexo com revestimento branco liso e com cor begemaracugina funciona


Maracugina – Para que serve?

Maracugina serve para auxiliar nos tratamentos de estresse, ansiedade com aceleração cardíaca, diminuição do nervosismo, problemas gástricos em resultado do estado de nervosismo. Os resultados do medicamento podem ser sentidos depois de alguns dias iniciado a administração do medicamento, depende muito do organismo de cada paciente.

Maracugina tem em sua composição plantas medicinais que agem como calmantes e sedativos e auxilia também a prolongar as horas de sono.

Contraindicações

Pacientes com sensibilidade a algum dos componentes da fórmula de Maracugina não devem fazer uso desse medicamento.

Pacientes em tratamento com outros medicamentos calmantes ou antialérgicos como: Dexclorfeniramina, Betametasona entre outros e medicamentos anticoagulantes como: Heparina, Varfarina e medicamentos antidepressivos como: Iproniazida, Fenelzina e outros não devem fazer uso de Maracugina.

Durante o tratamento com Maracugina não é recomendado fazer uso de bebida com teor alcoólico.

Pacientes em período de gravidez precisam de orientação médica para fazer uso de Maracugina. A substância Crataegus oxyacantha é utilizada também para cólicas e age como relaxante muscular do útero e intestino podendo assim prejudicar a gravidez.
Pacientes em período de amamentação não devem fazer uso de Maracugina sem avaliação médica.

Pacientes com idade menos que 12 anos não devem usar Maracugina

Durante o tratamento com Maracugina é recomendado não controlar máquinas ou dirigir.

Interação de Maracugina com outros medicamentos

Maracugina não deve ser utilizado juntamente a medicamentos como:

  • Sedativos (Tiopental Fenobarbital)
  • Antialérgico (Hidrocortisona, Budesonida, Betametasona, Dexametasona, Triancinolona, Dexclorfeniramina)
  • Anticoagulantes (Varfarina e outros)
  • Hipnóticos (Clonazepam, Codeína, Midazolam, Sulfato de Morfina e outros)
  • Heterosídeos Cardiotônicos (Digoxina)
  • Hipotensores arteriais (Hidroclorotiazida, Furosemida)
  • Inibidores da MAO (Moclobemida, Selegilina, Isocarboxazida, Fenelzina e outros da mesma classe)

Sempre fale ao seu médico todos os tratamentos de saúde que já estão em andamento e todos os medicamentos que já faz uso para uma avaliação segura do tratamento com Maracugina.

Como usar Maracugina?

É recomendado tomar de 1 a 2 comprimidos de Maracugina até 3 vezes por dia de preferência depois das refeições ou de acordo com prescrição médica.

Medicamentos que tem ação no sistema nervoso central devem ser usado com cuidado pois eles podem causar sedação. O período a ser utilizado esse tipo de medicamento deve ser por um período limitado até que seja observado o alívio dos sintomas da ansiedade, insônia e nervosismo. Não se deve ultrapassar 3 meses de tratamento com Maracugina.

Em caso de esquecimento de tomar a dose em algum horário específico, siga com os próximos horários. Nunca duplique a dose.

Reações adversas

Durante o tratamento com Maracugina foram observados algumas reações desconfortáveis que podem incluir:

  • Enjoo
  • Pressão baixa
  • Vômito
  • Batimentos cardíacos alterados
  • Dor de cabeça
  • Canseira
  • Coceira

Se sentir os sintomas acima ou qualquer outro sintoma resultante do início do tratamento com Maracugina, procure o médico ou farmacêutico. As vezes é necessário interromper o tratamento com esse medicamento.

Superdosagem

Se acidentalmente houver ingestão de uma dose muito grande de Maracugina procure atendimento médico. Se possível leve o medicamento e a bula do mesmo para maiores esclarecimentos. Para mais informações poderá ligar para 0800 722 6001.

Armazenamento

Manter em temperatura normal (ambiente) longe da umidade e da luz.
Data de fabricação e validade pode ser consultada na própria embalagem do medicamento.
Não faça uso desse medicamento se estiver com data de validade vencida pode ser prejudicial a sua saúde.
Antes de fazer uso de Maracugina observe suas características como cor do comprimido e integridade da embalagem, se esses estiverem estranhos não faça uso do medicamento.
Como todo medicamento Maracugina deve ser mantido longe do alcance das crianças.

Se persistirem os sintomas o médico deverá ser consultado. Maracugina é um medicamento. Seu uso pode trazer riscos. Procure o médico e o Farmacêutico. Leia a bula.

Gostou do Artigo? Compartilhe:

Este artigo foi útil? Compartilhe nas redes sociais e comente abaixo:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *